Andar digno

Compartilhe!

Pertencer à família de Deus e viver em comunhão com Ele e os irmãos é maravilhoso, mas isso requer de nós um andar digno desta vocação


Pr. Cleber Montes Moreira

“Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados.” (Efésios 4:1)

Quando alguém é convidado para uma festa importante, logo se preocupa em escolher uma roupa apropriada para aquele momento. Seja na celebração de um aniversário, casamento, ou qualquer reunião importante, vestir-se e comportar-se adequadamente é questão de bom senso.

Jesus nos conta uma parábola em que um rei celebrou as bodas de seu filho com um grande banquete. Quando entre os convidados fora encontrado alguém que “não estava trajado com veste de núpcias”. O rei se revoltou e, imediatamente, ordenou que o tal fosse colocado para fora: “Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes” (Mateus 22:11,13). Assim o Senhor nos ensina que ninguém pode estar na comunhão com Deus se andar indignamente. O ensino de Paulo é também nesta direção: Recebemos de Deus, por meio da pregação do evangelho, um convite/chamado para a salvação — isso significa entrar em Sua presença, pertencer à Sua família (igreja) e viver com Ele aqui e na eternidade. Entretanto, para estar nesta condição é preciso viver de modo adequado. É o que o apóstolo quis dizer com “que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados”, e a partir daí ele nos explica sobre como é este andar. Russell Norman Champlin afirma que “a santidade é um dos alvos primordiais do chamamento cristão”. E Matthew Henry declara: “Todos os cristãos devem ser santos; se não chegarem a este caráter na terra, jamais serão santos na glória. Aqueles que não são fiéis não são santos, não creem em Cristo, nem são verdadeiros quanto ao relacionamento que professam ter com o Senhor.

Pertencer à família de Deus e viver em comunhão com Ele e os irmãos é maravilhoso, mas isso requer de nós um andar digno desta vocação — e isso só é possível ao salvo; é fruto de uma nova natureza. Sei que somos imperfeitos e falhos, mas, se confiarmos em sua graça, Ele nos ajudará a vivermos para a sua glória. Pense nisso!

 

Andar digno
Smartphone Poco X3 PRO 256gb 8gb RAM – Phantom Black - Preto
A história das ilusões e loucuras das massas: as armadilhas dos cisnes negros
Rolar para o topo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com